9.1.07

As quatro faces do mundo

A partir de hoje o meu amigo Adel Braga fará participações especiais para o blog. Confira o primeiro texto do cara.

* * *

As quatro faces do mundo

No inverno a natureza se recolhe, os animais se amontoam e, enquanto o sol debilitado foge apressado da noite, a vida fica cinzenta e o ar duro cheira a musgo. É difícil abrir os olhos, e quando se consegue pouca coisa se vê. Mas com o mundo na penumbra a fraternidade e o carinho se fortalecem na luta contra o frio e contra o céu escuro.

Na primavera o mundo ressucita. Renascem as cores em todos os cantos e a vida se enfeita como uma jovem mulher quando veste seu melhor vestido para uma festa. Todas as manhãs o hálito fresco da natureza percorre os campos e perfuma o ar com todos os aromas de todas as cores. A vida inteira está pela frente e os sorrisos não custam nada.

No verão a vida explode, não cabe nela mesma e, enquanto o brilho forte do sol aquece as águas e pinta os corpos, os corações se incendeiam e aquecem os leitos compartilhados. A natureza bebe, canta e dança, e nos ventres femininos brota a eternidade.

No outono não acontece porra nenhuma, estação que não serve pra nada. Nem pra poesia, e não me vem com essa história que é estação dos frutos porque eu nunca comi melancia em maio. Porra !!! Só se for pra falar de ressaca, mas eu prefiro mandar todo mundo tomar na cloaca!


Adel Braga

Marcadores:

5 Comentários:

Às 11:05 AM, Anonymous Tati disse...

Adel, o texto tá show, só fiquei chateada que tu falou mal do outono...snif, snif, minha estação favorita! Sabe o que aconteceu no outono? Eu nasci! Quer coisa melhor? Sério, texto muito bom. Beijão

 
Às 9:47 AM, Blogger Gabriela Brito disse...

Fantàstico!!!!
Sério, eu pensei nisso várias vezes e o texto reflete bem isso! Lindo lindo!
Beijos

 
Às 12:43 PM, Blogger Gaia Guria disse...

Parabéns Adel! Bom texto. Como todos que já li até hoje.
beijo
Fab.

 
Às 12:08 AM, Anonymous Keka disse...

Hahahaha. Adorei.

Tava todo meloso, poético...belo jeito de encerrar. Hmm, me conhecendo como tu conhece, tu sabe que eu ia gostar do desfecho.

E é, tb nunca comi melancia em maio! Mas aqui tb não tem outono, temos só a estação em que a vida explode. E eu tb não gosto de melancia.

Mas é. Valeu. Fez eu rir. E olha que eu tô tendo uma semana bem cuzona. Beijo. (se tu falou 'palavrão' eu tb posso)

 
Às 3:18 PM, Anonymous RIC@RDO disse...

Grande texto!!!!
Genial!!!

Muito boa iniciativa Rafa de abrir espaço para os ótimos textos do Adel!

 

Postar um comentário

<< Home